Mestrado em Análises Clínicas

DR n.º 239, 2.ª Série/Aviso n.º 22308/2009, 11 de Dezembro

Grau conferido: Mestrado
Duração: 4 Semestres
Total ECTS: 120
Vagas: 20
Registo DGES: 2657/2010 (DR)
Coordenador: Profª. Doutora Guilhermina Moutinho
Vice-Coordenador: Profª. Doutora Manuela Caniça
Presidente da Comissão Científica: Profª. Doutora Patrícia de Sá Montez
Presidente da Comissão de Acompanhamento: Profª. Doutora Guilhermina Moutinho

 

Missão

Formar profissionais com uma compreensão da base científica das análises clínicas, conferindo um paralelismo entre conceitos novos e tradicionais na área, e com o conhecimento, as habilidades práticas e a consciência crítica de um especialista, de forma a permitir que prossigam uma carreira em Ciências Biomédicas, quer numa instituição de base académica e/ou hospitalar, quer numa instituição apenas de investigação ou de biotecnologia. Desta forma, serão profissionais que vão, inquestionavelmente, contribuir para uma sociedade científica e tecnologicamente mais evoluída.

Introdução

O curso de Mestrado em Análises Clínicas (MAC) é eminentemente prático, aprofundando e desenvolvendo competências profissionais atualizadas e modernizadas, propondo a formação, bem como o desenvolvimento de comportamentos, atitudes e espírito crítico necessários à especialidade em Análises Clínicas, integrada nas Ciências Biomédicas. Este Mestrado de 2.º ciclo permite ainda formação complementar aos Mestrados integrados e/ou Licenciaturas de diferentes áreas das Ciências da Saúde, como Ciências Farmacêuticas, Biologia, Bioquímica, Medicina, Medicina Veterinária, entre outros.

A aquisição de competências, formação avançada e espírito de inovação, na obtenção do grau de Mestre em Análises Clínicas, tem-se traduzido, nalguns destes profissionais, pelo gosto em realizar atividades de investigação, tendo, como tal, havido exemplos em que foi seguida, posteriormente, uma formação académica para a obtenção de doutoramento.

Globalmente, tem formado profissionais com competências, aos quais tem conferido a possibilidade de intervir ao nível da prevenção, diagnóstico e monitorização da doença, bem como da promoção, educação e proteção da saúde pública.

É um Mestrado com um nível de exigência que permite saídas profissionais asseguradas, uma vez que o seu programa mantém a estrutura de um Curso de Especialização em Análises Clínicas, com elevado nível de preparação para a realização do exame de Especialidade quer na Ordem dos Farmacêuticos, quer da Ordem dos Biólogos.

 

Objetivos de aprendizagem

  • Aprofundar e desenvolver competências profissionais atualizadas e modernizadas, atitudes e espírito crítico na área das Análises Químico-Biológicas, integrada nas Ciências Biomédicas; 
  • Aprofundar e desenvolver conhecimentos científicos avançados na área das Análises Químico-Biológicas, com recurso à atividade de investigação; 
  • Fornecer competências, formação avançada e espírito de inovação, ao mestre em Análises Clínicas (Químico-Biológicas), que lhe permita prosseguir a sua formação académica;
  • Formar profissionais com competências para intervir ao nível da prevenção, diagnóstico e monitorização da doença;
  • Formar profissionais com competências para intervir ao nível da promoção, educação e proteção da saúde pública.

Competências a adquirir

  • Aplicar os conhecimentos avançados nas áreas principais do curso; 
  • Aplicar os conhecimentos gerados pela formação complementar do curso; 
  • Produzir diagnóstico rápido e fiável, nomeadamente com vista ao estabelecimento de terapêuticas precoces; 
  • Saber optar pela metodologia mais adequada em diversas situações reais do laboratório de análises clínicas, de apoio à Biomedicina; 
  • Desenvolver aplicações práticas para incrementar o diagnóstico molecular, o desenho de drogas e o desenvolvimento de vacinas; 
  • Criar um forte potencial inovador na área da prevenção das doenças através do estudo epidemiológico molecular, da utilização de tecnologia de ponta e investigação básica; 
  • Desenvolver espírito crítico em relação às metodologias, controlo de qualidade e resultados; 
  • Interpretar e discutir resultados, formular hipóteses de diagnóstico laboratorial; 
  • Criar e aplicar metodologias de investigação;
  • Planear, implementar e avaliar ações e intervenções, individuais ou comunitárias, para a melhoria da qualidade de vida na comunidade, na sua componente biomédica e de saúde pública; 
  • Gerar análise crítica e resolução de problemas em situações novas, em contextos alargados e multidisciplinares; 
  • Aplicar, integrar e comunicar conhecimentos e raciocínios de forma clara, nomeadamente com implicações e responsabilidades éticas e sociais; 
  • Competências instrumentais; 
  • Competências interpessoais; 
  • Competências sistémicas.

O que nos torna únicos 

  • Horário pós-laboral permitindo a realização do MAC por alunos provenientes de diferentes regiões do país.
  • Corpo docente qualificado, de reconhecido mérito, composto apenas por regentes doutorados, muitas vezes coadjuvados por especialistas, que valorizam matérias importantes dos Programas das Unidades Curriculares.
  • Forte componente laboratorial em ambiente moderno e com equipamento específico.
  • Visitas de estudo e/ou aulas em ambiente laboral.
  • Aquisição de competências sobreponíveis às exigidas aos especialistas em análises clínicas na Europa, preconizado pelo EC4 European Syllabus for Post-Garduate Training in Clinical Chemistry and Laboratory Medicine, permitindo a harmonização deste tipo de formação na União Europeia, bem como o grau de conhecimento e experiência profissional a adquirir.
  • Possibilidade de realizar um estágio de natureza profissional, em ambiente laboral, ou um trabalho de natureza científica, em ambiente de IDI (Investigação, Desenvolvimento e Inovação), quer no país, quer no estrangeiro.
  • A residência universitária, de grande qualidade, que existe no campus, tem inúmeras comodidades, tais como uma piscina, e assegura bem-estar aliado a segurança.
  • O ambiente académico é excelente, estimulante e ativo, no qual professores, investigadores, profissionais e alunos interagem! Todos participamos em festas, concertos, noites académicas e outras iniciativas promovidas pela Associações de Estudantes, pelas Tunas e Coro da Egas Moniz. Terá ainda possibilidade de praticar vários desportos, no ginásio e campo de jogos, que temos disponíveis.
  • A localização privilegiada do nosso campus, no concelho de Almada, a 15 minutos de Lisboa e da Costa de Caparica, apresentando excelentes acessibilidades (metro de superfície, comboio, e autocarro).

 

Saídas profissionais e outras

Quando terminar o curso poderá:

  • Desempenhar funções técnico-científicas diferenciadas, na área das Análises Clínicas, nomeadamente em Laboratórios de Análises Clínicas de Hospitais Públicos ou Privados, bem como em Laboratórios da área Químico-Biológica, Veterinária, Alimentar e do Ambiente;
  • Realizar investigação científica, aplicada ou básica, gerando conhecimento e inovação, em Unidades ou Centros de investigação, ou Instituições ligadas à IDI;
  • Lecionar em Estabelecimentos de Ensino Superior, Universidades e Institutos Politécnicos;
  • Realizar atividade em equipas multidisciplinares na área das Ciências Biomédicas, como empresas (de iniciativa própria, ou outra);
  • Realizar atividade na Indústria, no Marketing, e na Gestão Científica de produto ligada à área das análises clínicas e afins;
  • Realizar atividade associada ao Sistema de Gestão da Qualidade em Laboratórios de Análises Clínicas, nomeadamente ser auditor da qualidade em ensaios específicos, de acordo com a formação;
  • Efetuar consultoria técnico-científica;
  • Promover e educar para a saúde, no âmbito de atividades diversas, quer em Farmácia comunitária, como em Comissões na área da saúde, em redes de vigilância epidemiológica (de base laboratorial, ou não), entre outros;
  • Prosseguir a formação especializada e/ou académica, para ascender a saídas profissionais mais diferenciadas, como por exemplo:
    • Preparar a obtenção da especialidade em Análises Clínicas pela Ordem dos Farmacêuticos ou pela Ordem dos Biólogos (de acordo com a formação do 1ºciclo);
    • Prosseguir um percurso académico correspondente ao 3º ciclo (Doutoramento), com frequência de um Programa de Doutoramento em áreas científicas afins.

 

Mais informações