Jorge Sampaio (1939-2021)

A Direção da Egas Moniz expressa o seu profundo pesar pela morte do Presidente Jorge Sampaio. Um estadista incomparável, defensor acérrimo de minorias e “excluídos do sistema”, mas acima de tudo, um ser humano justo e generoso. Recentemente presidia a Plataforma Global para o Ensino Superior nas Emergências, que há poucas semanas reforçou o programa com bolsas de estudo e oportunidades académicas para jovens afegãs.

Nas palavras do próprio: “A solidariedade não é facultativa, mas um dever que resulta do artigo 1.º da Declaração Universal dos Direitos Humanos"